quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

A RECONSTRUÇÃO NO PÓS-GUERRA

A construção da nova ordem internacional


Novo quadro geopolítico



Os anos que se seguiram ao final do conflito assistiram a um rápido encadeamento de acontecimentos críticos: 

  • O papel determinante que protagonizou nos últimos anos da guerra fez com que a U:R.S.S. se  tornasse  uma superpotência comparável aos E.U.A..
  • A sua influência fez.-se notar a diferentes níveis. Nos países do leste europeu apoiou  a tomada do poder pelos partidos da esquerda e a implantação de regimes socialistas e comunistas. 
  • Essa evolução foi denunciada em 1946 por  Winston Churchill que considerou que se estava a assistir ao isolamento do leste da Europa através de uma "Cortina de Ferro" situação que prenunciava um novo conflito entre antigos aliados da guerra. 


A formação de uma nova organização mais atuante do que a SDN mas animada do  mesmo espírito pacifista e democrático foi acordada na Conferência de Teerão de 1943 e oficialmente  estabelecida em 25 de Junho de 1945 na Conferência de São Francisco através do documento designado por Carta das Nações Unidas. Eram seus propósitos: 
  • Manter a paz
  • Desenvolver relações de amizade 
  • Promover a cooperação internacional
  • Ser local de debate e entendimento entre todas as nações do mundo no sentido de concretizar as intenções da organização. 
Todas as ações desenvolvidas pela organização foram motivadas pelo mesmo objetivo, o da defesa dos Direitos Humanos. Foi por isso aprovada a Declaração Universal dos Direitos Humanos em 1948 que se distingue da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão pelo facto de procurar definir princípios de cooperação entre as nações do mundo além de direitos e liberdades fundamentais. 

Os papel de cooperação económica e o carácter profundamente humanitário e social da O.N.U. é patente nos organismos que dela fazem parte: 
  • A Assembleia Geral
  • Conselho de Segurança
  • Secretariado Geral
  • Conselho Económico e Social
  • Tribunal Internacional de Justiça
  • Conselho de Tutela (extinto em 1994).
Além destes órgãos outros de vocação mais especializada foram criados. Por ex: 
  • Unesco
  • FAO
  • OMS
  • OIT e outros
A ação da O.N.U. não tem tido a eficácia desejada na prevenção de conflitos regionais apesar de uma intervenção crescente em cada vez maior número de situações de guerra. Desde a 2ª Guerra diversos conflitos em zonas designadas de 3º Mundo não foram resolvidas com a celeridade desejável, situação que se deve ainda em grande parte ao desacordo frequente entre as grandes potências com assento e direito de veto no Conselho de Segurança: EUA, Rússia, China, Inglaterra e França.  


As novas regras da economia internacional 

A reconstrução económica do pós guerra iniciou-se ainda durante o ano de 1944 na Conferência de Bretton Woods. O objetivo foi o de reorganizar o sistema económico e financeiro internacional do pós-guerra. 
Reagindo contra as políticas de autarcia e de isolacionismo económico os economistas propuseram a criação de um novo sistema monetário internacional baseado no dólar, a moeda mais forte da época, sistema esse que garantisse maior estabilidade às moedas nacionais favorecendo as trocas comerciais entre países. O sistema baseava-se na equivalência do dólar ao padrão-ouro e na paridade entre as restantes moedas e o dólar. 
Foram tomadas ainda outras decisões: 
  • criação do Fundo Monetário Internacional FMI
  • criação do Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento BIRD ou Banco Mundial. 
  • Em 1947, sob proposta dos E.U.A. foi criado o Acordo Geral de Tarifas e Comércio o GATT em que 23 países do mundo acordaram para a redução de taxas alfandegárias e outras restrições comerciais. Este acordo esteve na base da criação na Europa do pós guerra, do Benelux e posteriormente da CEE. 


A primeira vaga de descolonização do após guerra teve variadas razões na sua origem: 

  • as promessas de independência feitas pelos governos coloniais aos movimentos de autonomia em troca da ajuda às tropas colonizadoras contra os ocupantes durante a guerra. 
  • As dificuldades económicas sentidas pelos principais estados colonizadores da Europa no após guerra.
  • A pressão das duas superpotências que apoiavam os esforços de autonomia dos povos colonizados.
  • A Carta das Nações Unidas e a Declaração Universal dos Direitos do Homem consignavam a libertação dos povos oprimidos. 
zonas do mundo: 

  • Na Ásia: Líbano (1943), Síria e Jordânia (1946), Índia (1947), Israel (1948), Indonésia (1949), Vietname e Laos (1954) e Cambodja (1955).
  • No Norte de África: Líbia, Egipto, Sudão, Tunísia, Marrocos.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário